Sob a chuva

Estava chovendo.

Cada pingo de água gelada que escorria pela sua pele era um arrepio agoniante.
Cada respiração era uma faca sendo cravada no seu peito. Cada piscada era uma chance de fugir.

Um buquê no chão, um “não é o que você está pensando”, um “me deixa explicar” e um silêncio. Uma lágrima, um passo, dois passos, três passos. Uma virada brusca, um empurrão. Uma queda. Um adeus.

A chuva aumentou, os pingos engrossaram, as flores foram levadas pela água que descia a rua. Os amores foram afogados, sufocados, levados para o bueiro como nada. Os corações, despedaçados, decepcionados, traídos. Acelerados, agitados, correndo, olhos molhados, mãos trêmulas. A noite caiu como a chuva. Luzes. “Por favor, me deixa explicar”. Uma buzina.

O fim.

E a chuva.

Por: D.L.

 

 

Este foi o miniconto enviado pela(o) ???  D.L. e como a formatação é muito importante na escrita, vocês podem baixar aqui o PDF original.

 

Olá, você pode baixar os seus livros normalmente, basta deixar os seus dados aqui. Gostaria de saber um pouco mais sobre você, os seus gostos, seus ódios e assim poder oferecer mais conteúdo que te agrade.

Se já for cadastrado, é só se logar.

Este cadastro é feito uma única vez, quando você voltar basta se logar e todos os livros estarão disponíveis.

Depois de se registrar, você poderá editar os seus dados na página 'Meu canto'.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *