Fernando Pessoa

A obra de Fernando Pessoa está registrada e fragmentada pelo uso de 72 heterônimos, personagens que ele criou para exprimir um complexo universos de poesia e ficção. Os mais famosos são Alberto Caeiro, Álvaro de Campos e Ricardo Reis. Pessoa imbuiu esses “escritores” de personalidades próprias, que influenciavam a forma como escreviam.

Bernardo Soares, o heterônimo mais próximo da personalidade do próprio Pessoa, assinou um projeto desenvolvido ao longo de duas décadas, uma obra montada com o que parecem ser fragmentos de um diário, o Livro do desassossego.

O primeiro volume de poemas em inglês de Fernando Pessoa, Antinous, surgiu em 1918. Um ano antes de sua morte, o primeiro livro em português, Mensagem, foi publicado, sem grande repercussão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *