Casa de pedra

Toda a casa precisa ter um nome, toda casa precisa ter um nome!

 

Mas antes preciso da casa, começo a escavar, toda casa precisa ter um nome.

 

Com as mãos nuas cavo o chão ao redor da pedra, o chão é duro e seco, cavo e cavo até as unhas caírem, toda casa precisa.

 

Na terra ao lado da pedra faço as paredes, não muito grandes e devem ser confortáveis, é preciso.

 

Minha cama de Madeira vai ficar no quarto principal, a forro com cetim, cetim é bom, liso e confortável.

 

Toda casa precisa de um teto, o meu é Madeira e vidro, vidro para ver, mas não preciso.

 

Toda casa que tem uma cama precisa de um bom travesseiro, o meu esta lá é preciso.

 

Toda casa precisa de um nome, agora coloco o meu: João Carlos de Almeida.

 

Em toda casa com um nome se repousa, e lá estou eu.

 

Me deito e durmo, o teto sente o peso da terra.

 

Minha esposa se ajoelha, chora, deposita suas flores e segue o seu caminho, esta casa é só minha.

Olá, você pode baixar os seus livros normalmente, basta deixar os seus dados aqui. Gostaria de saber um pouco mais sobre você, os seus gostos, seus ódios e assim poder oferecer mais conteúdo que te agrade.

Se já for cadastrado, é só se logar.

Este cadastro é feito uma única vez, quando você voltar basta se logar e todos os livros estarão disponíveis. Antes de se cadastrar, leia a política de privacidade do site Clique aqui

Depois de se registrar, você poderá editar os seus dados na página 'Meu canto'.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.